08/07/2017

Resenha - Rock & Pie

Sinopse:


Vivi Santinni é uma garota sortuda. Além de entrar recentemente em uma banda formada só por rapazes lindos e sexys, ela colaborou com a aquisição de um patrocínio milionário que possibilitou o início de uma turnê internacional.Mas nem só de flores o sucesso é feito. Embarque nessa viagem alucinante e conheça lugares maravilhosos, ouça músicas incríveis, viva amores inesperados e acompanhe o dia a dia da banda mais badalada do momento. Porque uma banda não é unida apenas pela música.


Redes Sociais da editora:


Redes Sociais da autora: 


Autora: Lilian Galdo
Ano: 2014
Gênero: Romance
Páginas: 282
Editora: Editora Planeta Literário
#euleionacional
Avaliação:
4/5
Trilogia: Rock & Pie #1 Sexo, Amor e Rock and Roll


RESENHA


Viviane Santinni é a única mulher da banda Rock & Pie, foi a última a entrar na banda e definitivamente se tornou a responsável por todos os rapazes, os via como irmãos e amava cada um deles a sua maneira. Só não entendia a birra que Tim tinha com ela, de todos ele era o único que a tratava mal e com indiferença. Mas vencia suas patadas, respondendo a altura e fingindo demência.

Eles estavam no auge da carreira, uma das maiores bandas de rock nacional do momento e então em pouco tempo já conquistaram a carreira internacional e ganharam muitas oportunidades de entrevistas, apresentações em grandes casas de eventos, comerciais, VMA e presenças vips. Era a glória e todos ficaram extasiados com o universo que estavam adentrando. Mas com a glória, também surge os problemas e dilemas da vida, afinal são jovens e conciliar vida pessoal com fama não é fácil e acompanhamos o dia a dia dessa super banda.

Ao chegarem em Las Vegas para o início da turnê conheceram a assistente Bia que iria trabalhar diretamente com Vivi a auxiliando no que precisasse. Quando as duas passeavam, se depararam com Brian Levicce vocalista da banda de pop rock Blue4all e ele simplesmente era seu ídolo e não acreditava que um dia iria vê-lo e pior conversaria com ele, como se fossem velhos conhecidos. De início ela preferiu se proteger, pois tinha a plena convicção que ele era um mulherengo.

Os meninos quando souberam da novidade ficaram um pouco enciumados, principalmente Tim que não negava sua desavença com Brian. O que deixava dúvidas na mente de Vivi, porque a maltratava tanto e agora demonstrava ter algum tipo de sentimento por ela?! Sabe aquela história que quanto mais implicância, mais amor existe? Bem isso explicava a relação Tim e Vivi, entendi que os dois eram um pouco orgulhosos e existia dúvidas por parte dela. Afinal poderia ser um fogo de palha e sua relação com Brian estava indo bem, ele se mostrou um perfeito cavalheiro e tentava ao máximo agradá-la. Ficamos então com o coração dividido o perfeitinho Brian ou o imperfeito e intenso Tim.

Fora que em seus sonhos sempre aparece um Sr. Superbonder que a leva a loucura e é um tipo de personificação do homem da sua vida. Mas o problema é que ela não sabe quem é. No sonho o sr. Superbonder fala que ela sabe, mas não consegue perceber. Cada beijo, toque e o jeito que ele fala com ela, a deixa extasiada, pena que não consegue ver seu rosto, pois seus olhos estão colados em todos os sonhos hahahaha


Cada minuto a partir deste agora Podemos fazer o que gostamos em qualquer lugar Eu quero tanto abrir seus olhos Porque eu preciso que você olhe nos meus. - Snow Patrol, Open your eyes 


Tim só namorou uma vez, o nome dela era Letícia, mas quando ela mostrou-se ser uma pessoa insensível e que não compreendia seu trabalho, terminou com ela. É órfão e tem certa dificuldade para demonstrar seus sentimentos, acredito que seja algum trauma de infância, mas é provável que na continuação seja explicado de uma forma melhor.  Nutrir algum sentimento por Vivi, o desestabilizou e ele não sabia lidar muito bem e quando resolveu mudar, era complicado acreditar nele.

Os outros componentes era Cadú e Ric. Cadú era o mais jovem e Ric foi o que fundou o grupo. Tudo entre eles era uma diversão e adoravam badalar e ficar com várias mulheres durante as pausas dos shows. E em uma noite Ric se envolveu com uma mulher e não imaginava que ela era comprometida e nisso acabou levando um tiro, que o deixou paraplégico. Fiquei muito triste por ele, mas achei uma ótima colocação da autora, relatar esse incidente, porque tem muito sentido com a vida real. Acontecem problemas com artistas o tempo todo. E espero que nos próximos livros, possamos vê-lo narrando sua nova situação. Cadú virou um rebelde, Tim se isolou e Vivi ficou depressiva. Agora o que acontecerá com a banda?

Bia a assistente que de início era perfeita, se mostrou uma bela invejosa, queria Tim a todo custo e vai armar várias situações que prejudicara a banda. Criando um clima chato entre os integrantes. Que já estava abalada pela saída de Ric. O anjo da família é Gabriel ele entrou na banda após o atentado sofrido por Ric e é irmão de Bia. Mas se mostrou um amigo e conquistou facilmente a todos. Dando um up geral, ajudando a Rock & Pie a se reerguer.

Quando o pessoal e o profissional se mistura gera consequências e é isso que vai ocorrer no final do livro. Gente terminou com uma notícia bombástica, típico do mundo dos famosos, me senti em uma revista eletrônica  e achei bem instigante ler sobre uma banda famosa. Eu estou beeem curiosa para ler a continuação e saber como tudo vai se resolver. Não gostei da atitude do Tim e vamos ver o desenrolar do segundo para ver se a opinião continuará a mesma.

Super indico para quem gosta de livros com base na música e um pouco de entretenimento. Foi bem intensa a leitura e movimentada, já que os personagens estão em uma turnê e tudo acontece durante as viagens. Não é um livro parado e isso é maravilhoso, recheado de trechos de músicas para embalar o enredo. Os integrantes da banda Rock & Pie vão te encantar ♥


14 comentários:

  1. Oi, Rackel!
    Acho que nunca li um NA que envolva músicos... Anotei a dica.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi Rackel! Adoro quando tem vilãs que armam todas hehehehehe já curti a história só lendo a resenha! Quero muito ver como vai ser essa relação entre Viviane e Tim <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Adorei a capa desse primeiro livro. Dos outros não gostei muito :P
    A história parece ser bem interessante. Nunca tinha ouvido falar desses livros :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Rackel, tudo bom?
    Eu comecei a ler esse livro, mas a obra não engatou pra mim. Achei muitos personagens imaturos e tive pouca paciência pra terminar :P
    Gosto bastante de NA, mas acho que realmente tem que me prender pra eu não abandonar.
    Ótima resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie Rackel =)

    Não conhecia a trilogia, mas pela sua resenha apesar de juntar duas coisas que eu amo: NA e música acho que ia criar uma certa birra com os personagens rs...

    Mas quem sabe uma hora eu não dê uma chance para o primeiro livro, só para conhecer melhor a história ;)

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Rackel!
    Fiquei encantada pelo enredo, e já quero a série inteira!
    Adorei ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Mas eu tinha certeza que o Tim gostava dela sem mesmo ler o livro! Já quero ler e ver o que acontece :D

    Blog Paloma Marcarini

    ResponderExcluir
  8. Oie, td bem?
    Boa dica, n conhecia!
    Gosto de livros que se passam no mundo da música *-* Esse é muito puxado pro hot? N curto muito, mas a história em si pareceu legal.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Rackel, tudo bem?
    Não conhecia o livro e achei a premissa muito interessante, fiquei curiosa para conhecer melhor sobre a história de uma banda por trás dos bastidores, sempre curti muito esse lance de bandas, turnês e ligação artista e fã, e acho que essa leitura será bem interessante, o único porém é saber que é uma trilogia, mas espero ter oportunidade de ler um dia!

    Obrigada pelo carinho. Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  10. Olá, Rackel.
    Eu até me interesso por livros que tem bandas. Mas só de ser série já me desanima e triângulo amoroso então. Já tiro da lista hehe. Pode ser que mais para a frente eu até leia, mas no momento esse tipo de livro não me interessa muito.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Amei a resenha!Adoro quando os autores misturam música em suas histórias, dá mais profundidade para o livro.

    Um super beijo

    Livros em Contexto

    ResponderExcluir
  12. oI
    Adoro histórias que envolvem música e já me interessei por esse, ainda mais que gosto de ver o relacionamento mudar quando o casal se odeia desde o inicio, mas na verdade se amam. Acho que leria se tiver a chance.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Rackel!
    Ainda não conhecia o livro, mas pela sua resenha ele parece ser muito legal! E com ótima trilha sonora!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  14. Gostei da parte de não ser um livro parado!
    Beijos!
    pequenomundodasresenhas.blogspot.com - Siga o blog para nos ajudar a crescer !

    ResponderExcluir