11/12/2017

Resenha - A Parede Branca do Meu Quarto

Sinopse:

Após ter um vídeo postado no Youtube sobre o surto psicótico que teve durante uma prova, Mariana Vilar virou uma celebridade da internet. Infelizmente, isso não trouxe nenhuma vantagem para a vida dela: foi expulsa do colégio antigo, perdeu o contato com o melhor amigo e, agora, ainda tem que aguentar as pessoas perguntando a todo tempo se a conhecem de algum lugar. Chega a hora de cursar o terceiro ano do Ensino Médio, não vai ser fácil. Novo colégio, rodeado de pessoas diferentes. Os desafios surgem e as inquietudes aumentam. Mariana começa a perceber que as experiências e desejos que guiavam o seu comportamento antes, de repente não fazem mais sentido. Entender as mudanças que vão desde belos momentos afetivos até estranhas festas da elite brasiliense será uma questão de sobrevivência. 
E quanto à parede branca do título? Ah, meu caro leitor, só posso garantir que ela nunca mais será a mesma.






Autora: Marina Oliveira

Ano: 2015

Gênero: Romance

Páginas: 381

Editora: Thesaurus

Onde Comprar: Thesaurus Editora

#euleionacional

Avaliação: 5/5


RESENHA


A parede Branca do Meu Quarto conta a história de Mariana Vilar, estudante do 3º ano do ensino médio, natural de Brasília e que no momento se prepara para o Pas*. Se dedica de corpo e alma, e passar nessa prova se tornou praticamente uma obsessão e acabou deixando ela bem distante de sua família, dos amigos e de si mesma.

Mariana me fascinou, ela mostra perfeitamente bem o que é a angústia e pressão para passar em alguma coisa, no caso do livro é a prova do pas, mas podemos colocar no lugar o vestibular, enem, entrevista de emprego ou qualquer situação que pode decidir nosso futuro.

Seu QI alto ficou conhecido mundialmente após cair na web um vídeo dela surtando durante uma prova. Perdeu a matrícula no seu antigo colégio e virou machete nos jornais. Ocasionado por uma série de coisas, ao descobrir de maneira abrupta sobre a opção sexual de seu amigo Ian, sua avó que passava mal constantemente e não tinha nenhum diagnóstico, sua relação com seu pai interrompida, a sua mãe super sensível, e que ao mesmo tempo lhe arranca admiração e outra hora a faz querer não ser parecida com ela e por fim seu irmão Lucas, que de início pensei que fosse um adolescente que adorava implicar, mas no decorrer da história vai se revelando um garoto bem maduro.

Quando ela chega no Joana D'Arc é reconhecida por todos ou quase todos, quem não reconhecia de cara ficava instigando ela a dizer de onde eles a conheciam, isso era constrangedor e chato na maioria das vezes. Com o tempo ela foi se acostumando e foi graças a essas perguntas que conheceu Lara Collins, sua colega de classe, uma menina super receptiva e amiga. Apesar de ter suas dificuldades, sempre se coloca no lugar do outro. Ela é fã de bandas coreanas, espontânea e sabe se defender, tem um estilo despojado e alegre, que fez com que Mari se solte um pouco e veja que está faltando algo nela.

Outro aluno que vai mexer com o coração de Mari é o Maurício Segal, um garoto de cabelos longos, dorminhoco na sala de aula e que consegue ler seus pensamentos e expressões e isso a deixa feliz e preocupada. Ele tem uma namorada e não seria nada legal ter uma queda por ele. Foi bem fofo e no tempo certo o desenrolar dos sentimentos aconteceu, nada infantil, porque não combinaria com a personagem.

O enredo é delicado e bem realista. Ela precisa pensar no futuro e no que quer dele, porém ela entendeu que não adiantava nada ficar doente, perder amigos, se afastar da família e perder a sua essência por causa disso. Afinal para você ter uma boa profissão, precisa estar bem consigo mesma, para realizá-la de uma forma tranquila e satisfatória. Outro ponto alto da história foi que Mariana queria cursar medicina por achar que daria mais dinheiro, e era o melhor para o QI que tinha e várias outras justificativas. Mas, era o que ela amava? Não. O que aquece o coração dela é história, gostei de como mostrou que devemos fazer o que amamos. 

O livro se passa em um ano e esse um ano foi transformador. Tudo o que a atrapalhou no pas, a fez aprender um pouco. Valorizou mais a família, se aproximou da mãe, viu que seu irmão ia além das suas bagunças e que ele tinha muito futuro, confirmou a bondade que sempre via na avó. Fez novos amigos e se tornou uma amiga também, afinal antes ela só olhava para si e isso a fez entrar em colapso, descobriu o amor de todas as formas e a se doar para alguém. A visita do seu pai mostrou que não devemos julgar ninguém. É um livro que nos deixa grandes lições, estou em processo de provas também e me identifiquei com a personagem.

A diagramação do livro é simples, as páginas são brancas, mas nada que atrapalhe a leitura, já que a fonte da letra é grande, creio que por isso as páginas se estenderam. A capa é linda e você pode pensar que é muito comum, branca demais ou que poderia ousar mais, no entanto, quando você ler a história vai entender direitinho o motivo.

Em suma, agradeço por essa oportunidade de conhecer a história de Mariana, que ficou marcada na minha memória e indico para todos. Como disse, tem uma carga realista e sensível, creio que todos que passam por alguma pressão em qualquer área da vida, vai se identificar e querer fazer com que  Mari se cuide mais e aproveite a si e as pessoas que ama. Isso é o que aprendi ao ler, surtar não quer dizer que seja louca, pedir desculpas e reconhecer erros não é tão terrível e nunca é tarde para recomeçar. ❤

⇾ Signficado de Pas: O Programa de Avaliação Seriada – PAS – é a modalidade de acesso ao ensino superior que surgiu por iniciativa da Universidade de Brasília -UnB, abrindo para o estudante do Ensino Médio as portas da Universidade de forma gradual e progressiva.

19 comentários:

  1. Não conhecia, mas parece ser uma leitura leve e gostei da ideia da história :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiiii Rackel

    Não conhecia o livro mas pela resenha se nota o quanto a história foi envolvente. Gosto de saber que o romance todo é retratado de maneira realista, da pra sentir uma identificacão maior com cada personagem.

    Beijos

    De repente, no último livro

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Não conhecia o livro, fiquei curiosa para saber o desfecho, gostei do enredo.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rackel. Como é bom ver livros que se passam na minha cidade, isso porque eu entendo perfeitamente o que é a pressão do Pas, que graças a Deus, me ajudou a passar em uma boa universidade. Eu adoraria ler o livro, é o tipo de leitura que me agrada.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Rackel, tudo bem?
    Gosto muito do fato do livro se passar no nosso país, super legal.
    Quanto a Mariana, eu acho que me identifiquei um pouco com ela, já que fui uma vez desesperado por causa de uma prova rs!
    Excelente resenha!

    Beijão,
    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Hello! Tudo bom?
    Parece ser bem bacana esse livro.
    Obrigada pelo comentário lá no meu blog.
    Volte sempre! ;*

    Bjo,
    miiistoquente~

    ResponderExcluir
  7. Que legal! Mesmo sendo uma história adolescente me chama a atenção pelo fato de ser autenticamente brasileira... uma autora brasileira que escreve sobre personagens brasileiros em cenários brasileiros e "situações" brasileiras. Nunca tinha ouvido falar mas já fui super com a cara!
    Penso em dar sim uma chance. Parabéns pela resenha!
    Beijinhos!

    http://www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Rackel! Gosto de livros ambientados no Brasil e a história parece tocante. Nunca li nada da autora, mas é sempre bom conhecer novos escritores <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Que resenha incrível, eu não conhecia ainda mas adorei, parece bem interessante e envolvente! <3
    Bisous,
    BLOG PEQUENO MUFFIN | LARA REIS
    www.pequenomuffin.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Rackel!
    Gosto de livros assim, bem realista, e que nos traz algumas reflexões. Fiquei curiosa para conhecer a história da protagonista, e o título também é bem instigante.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Rackel, percebi que o livro é bem reflexivo e esse tipo de livro me agrada bastante, botarei em minha lista de leitura!
    Parabéns pelo blog!
    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  12. Olá, não conhecia esta obra :) obrigada pelo post
    beijinho
    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rackel!
    Não conhecia o livro, mas fiquei super interessada. Curiosa pelo que fez a Mariana surtar, saber como ela está lidando depois de tudo isso e, principalmente, sobre a tal parede branca.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  14. Oi Rackel.
    Não conhecia o livro, mas gostei da premissa e a trama parece ser bem instigante. Dica anotada.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. Carambaaaa, que proposta de livro legal!!! Gostei muito, bem atual e parece ser divertido haha. Me interessei bastante!

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  16. Olá, Rackel.
    Eu amei esse título e estou super curiosa com o porque dele hehe. Quando somos mais novos ao pensar em profissão logo vem a mente o salário. Mas depois só de pensar em quantos anos vamos ter que fazer aquilo, sem muito amor mesmo não vai hehe. Se der vou ler o livro porque fiquei bem interessada.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  17. Oi Rackel, tudo bem??
    Quando eu li o título, fiquei muito curiosa, porque já gostei de cara... eu achei bem interessante o enredo da história e ela me cativou muito. Eu gostei muito de sua resenha e a forma como expressou sentimentos nela... compreendo a pressão de quando vc presta um vestibular entre outros.... Eu gostei de saber da auto descoberta em que a personagem passou e todo o seu crescimento. Por esse motivo, quero muito ler este livro.

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Rackel,

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas o estilo de estilo me agrada bastante.
    Parece um livro que no final deixa uma certa lição.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oláá! Tudo bem?
    Não conhecia, mas parece uma história muito boa para a gente refletir né.. pode ser de um aprendizado bom!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir