15/04/2017

Resenha - A vida Peculiar de um Carteiro Solitário

Sinopse: 


Bilodo vive a tranquila vida de um carteiro sem muitos amigos nem grandes emoções. Completa diariamente seu percurso de entrega e retorna sempre à solidão de seu pequeno apartamento em Montreal. Mas ele encontrou uma excêntrica maneira de fugir dessa rotina: aprendeu a abrir as correspondências alheias sem deixar rastros e passou a ler as cartas pessoais com as quais se depara. E foi assim que ele descobriu o primeiro grande amor de sua vida: a jovem professora Ségolène, que mantém uma misteriosa correspondência com o poeta Gaston, composta somente por haicais. Instigado pela elegância e simplicidade de seus versos, Bilodo se vê cada vez mais fascinado por essa forma de poesia. Mas quando é confrontado com a perspectiva de se ver privado das cartas de Ségolène, ele precisa tomar uma decisão que pode levá-lo mais longe do que podia imaginar. Talvez seja hora de compor seus próprios poemas de amor.

Autor: Denis Thériault
Ano: 2015
Gênero: Romance canadense
Páginas: 129
Editora: Casa da Palavra (Leya)
Onde comprar: Livraria Cultura
Avaliação: 3/5

RESENHA


Bilodo é um carteiro que vive para seu trabalho, sozinho na vida, conta apenas com conversas sem conteúdo com o companheiro de trabalho Robert e com a garçonete Tania que é apaixonada por ele. Porém sabe muito bem que dele não pode esperar nada em troca.
Em sua profissão e vida solitária, nutriu o hábito de ler as correspondências das pessoas, principalmente de Gaston Grandpré e Ségolène. Eles trocam poemas haicais (De maneira geral, haicai é um poema conciso, formado de três versos, no total de 17 sílabas: O primeiro verso tem 5 sílabas. O segundo verso tem 7 sílabas. O terceiro verso tem 5 sílabas. - Google) e a escrita e versos contidos ali, o fez se apaixonar perdidamente por ela e morrer de inveja de Gaston. Quando em uma de várias entregas, se depara com Gaston desesperado para enviar uma carta a Ségolène, quando um grave acidente ocorre e leva a vida dele. Desesperado e com medo de nunca mais ter os versos belos da sua amada, decide por em risco sua conduta, numa atitude precipitada e errônea.


"E assim eram as coisas. Bilodo vivia vidas alheias."

O livro todo é contado sob a perspectiva de Bilodo, uma história bem curta não só pela quantidade de páginas, mas em seu enredo. Fiquei pensando inicialmente que apesar de ser errado invadir a privacidade dos remetentes, foi bonito a forma que ele se encanta pela prática da escrita e se vê encantado por tudo o que Ségolène fala. Mas é meio louco pensar que ele faz tantas coisas por uma pessoa que nunca viu e nem sabe da sua existência. E também senti falta de uma versão dos fatos pelo olhar de Ségolène, ai daria para entendermos melhor toda essa loucura. Até mesmo conhecermos um pouco mais de Gaston, a passagem dele foi rápida, no entanto significativa. 

A escrita é de fácil compreensão, mas em algumas partes ele usa palavras em japonês e coloca significados logo depois. Deixando a leitura meio confusa e com explicações demais, seria interessante ficar no rodapé. 
Quanto a Robert no início achei bacana da parte dele, querer que Bilodo arranjasse alguém, mas conforme fui lendo, vi que tudo para ele tinha conotação sexual e de fato ele não se importava com ele. Sempre o apelidando e caçoando de suas atitudes e gostos.
Já Tania foi uma mulher que gostava bastante dele, mas que se conformou, mesmo sofrendo muito, que nunca teria ele como um namorado. 

A diagramação é linda, a capa é em formato de carta e por dentro temos vários carimbos de selo. A Casa da Palavra arrasou e condiz com o livro e história. As folhas são amareladas e letras em um bom tamanho, pela finura do livro, pensei que tivessem diminuído a letra para ficar curto, mas não.

No mais indico para quem curti um livro pequeno, misterioso e com grandes significados. É uma história que cada um vai tirar uma conclusão diferente, pois o final é loucooo, parece um "déjà vu" em nossa mente. E fiquei me perguntando o que o autor quis dizer com tudo, preciso refletir mais sobre. Ele usa muito o termo ensõ (ensō simboliza um momento quando a mente está livre para simplesmente deixar os sentidos criarem) para explicar o decorrer dos fatos e achei a alusão boa. Uniu o cotidiano em Montreal a cultura e filosofia japonesa. Dei três estrelas pois na minha mente fiquei confusa e precisando de algumas respostas. Mas como disse antes, cada um vai tirar uma conclusão e realmente espero que vocês estejam com a mente aberta e me contem o que concluíram, preciso saber o que outras pessoas acharam da leitura. Me deixem aí nos comentários o que você achou, caso já tenha lido. ☺❤


"Não existe nada pior do que esperar quando você não sabe ao certo como vai ser o desfecho da situação em curso."

30 comentários:

  1. Nossa,a história parece ser envolvente e meio louca, ao mesmo tempo. Para começar que o carteiro, o protagonista, comete crimes (hahaha analisando friamente), porque violar correspondência é crime e dá uma sensação de invasão grande da privacidade dos envolvidos. Mas é claro que isso desperta também a curiosidade, com esse plot twist que parece fazer a trama deslanchar para um lado todo inesperado.
    Eu não conhecia ou tinha ouvido falar do livro, mas vou procurar saber!
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Foi crime mesmo, para um final bem louco. Bjos

      Excluir
  2. Oie
    Me deixou curiosa, é um livro curto mesmo, mas o enredo é bem curioso. Fiquei com vontade de conhecer a trama.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que história mais doida, sério mesmo ahahah! Porém, é exatamente isso que me deixou com vontade de ler. Confesso que desconheço o autor e o livro, irei procurar saber mais sobre. Adorei a resenha, está maravilhosa. Beijos!

    Páginas incríveis

    ResponderExcluir
  4. Achei a capa linda, como falou, bem caprichada. Mas a história não me atraiu e suas 3 estrelas ajudaram kkk Tenho muito livro para ler, esse eu passo. xD Mas obrigada pela dica. xD

    www.papuff.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah capa é sim. Três estrelas pois a confusão de pensamentos me deixou confusa. Mas nunca vá pela opinião dos outros, a sua sempre tem que vir antes. Afinal pode se tornar, o seu livro favorito. Bjos <3

      Excluir
  5. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa para ler ele... Adorei sua resenha e a capa do livro, hehe!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Oi Rackel, sua linda, tudo bem?
    A parte que mais gostei foi a das cartas, eu não sei se no livro teremos acesso aos versos. Acho isso tão lindo e romântico!!! Mas confesso que o resto do enredo não chamou muita minha atenção. Mas sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tem versos sim, espero que goste. Obrigada <3

      Excluir
  7. Parece ser um livro bem bonzinho, mas admito que por esse nome e essa capa eu não leria hahah, apesar de não ser certo, ainda julgo um livro 'pela capa', mas a premissa em si parece interessante, apesar de não ser meu gênero. Gostei da sua resenha!

    http://www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie Rackel =)

    Eu gosto de livros assim. São despretensiosos, mas de alguma forma sempre conseguem aquele lugarzinho em nosso coração.

    Gostei da dica ;)

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da dica, achei um livro bem bonito - a capa é maravilhosa
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Caraca! Que doideira! HAHAHA
    Parece ser um livro muito bom! Mas agora vou olhar meu carteiro com outros olhos :x
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Sempre quis ler este livro, acho a edição uma gracinha. Agora fiquei ainda mais curiosa para ler.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  12. Oi Rackel! Eu não conhecia o livro, mas parece ser uma ótima leitura, perfeita para um domingo á tarde! <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
  13. Oie,
    Adorei a capa do livro.
    A premissa é bem interessante.
    Vou deixar anotadinho aqui.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Esse foi um livro que me apaixonei pela capa, mas não gostei tanto da história.
    Não gosto de personagens como o Robert que tudo tem uma conotação mais sexual, ao mesmo tempo em que achei interessante a personagem Tania entender que não poderia ter o homem que gosta. Da parte dos protagonista eu sinceramente não gostei, esse romance sem realmente conhecê-la. Infelizmente é um livro que eu compraria pela capa e iria me arrepender...

    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  15. Oie Rackel, tudo bom?
    Eu fiquei muito curiosa só de ler o nome do livro hahaha Falou em carteiro e correios eu já quero. Mas depois da tua resenha fiquei naquela vibe de confusa mas quero ler mesmo assim. Queria tirar minha própria conclusão sobre o final.

    Beijos,
    Paixão Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Isso aí, nada melhor do que ter nossa própria visão. Bjos <3

      Excluir