02/09/2016

Resenha - Maria do Sol

Onde adquirir:
Amazon
Livraria Entre Livros

Formato: eBook Kindle

Número de páginas: 78 páginas
Instagram
Site  

 

 

 

 



Resenha 

O livro nos apresenta Pedrinho um garotinho solitário, que não fazia amizades. Seus pais apesar de amá-lo muito, não eram presentes. Sempre negligenciando a criação do filho e o deixando de lado, acreditavam que o fato de trabalharem dia e noite para dar tudo do bom e do melhor para ele, era o suficiente.




Eu quero antes de mais nada destacar a criatividade que a autora Alice Raposo usou na construção dessa história. Foi simplesmente genial ler esse livro tão curto, mas ao mesmo tempo tão marcante, estou até agora de boca aberta e com certa pena de Pedrinho, pois todo o sofrimento que viveu foi tudo culpa da falta de atenção e de quem pudesse entendê-lo e olhar para ele e ver que só precisava de ajuda e carinho. Tudo teria se resolvido facilmente e sem maiores danos. 

Continuando, Dona Carlota, avó de Pedrinho, sempre falava com seu filho para dar mais atenção ao neto, mas ele sempre dizia que não tinha sentindo a conversa. Quando em um dia de churrasco na fazenda de sua avó, que aparece Maria do Sol. 

Descrita por ele como uma menina linda e alegre. Foi ela quem conseguiu tirá-lo do quarto e levá-lo para brincar. Mas ele por ser tão carente se apegou muito rapidamente, e bastou Maria do Sol se afastar para conversar com outras crianças que Pedrinho é tomado por ciúmes dela e numa atitude impulsiva a joga dentro da piscina e se esconde. Quando ouve as crianças gritarem: 

_ Pedrinho, seu doido... Cadê você ? Você matou a menina ... Pedrinho, seu doido... Você matou a menina... Pedrinho, seu doido... Você matou a menina... 

Depois desse dia sua vida não foi mais a mesma. Sofia sua mãe, perguntou ao marido senão deveriam conversar com o filho, ele simplesmente disse que não, era fase e tudo iria ficar bem. Se enganaram, o fantasma de Maria do Sol o ronda até o dia em que começou sua faculdade de psicologia, escolheu justamente ela para tentar resolver seu problema. Como todo psicólogo precisa de um psicólogo, ele conhece Henrique terapeuta que vai lhe ajudar a entender tudo o que passou e mostrar que tem solução para seus anseios e medos.

 O final é incrível, amei mesmo. Fiquei encantada e surpresa. E um conselho vamos ser mais atentos a quem amamos. E , é , aquele ditado: Quem tem boca vai a Roma. Na vida dele faltou compreensão, presença e diálogo. Não irei me prolongar sobre o fim, porque só lendo mesmo para sentir e digerir tudo. Alívio e felicidade. Cada um vai ter uma opinião. A minha é F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O. ♥️

40 comentários:

  1. É tão finalizar uma leitura que amamos né? Esse livro parece muito bom mesmo...
    Adorei conhecer melhor :)

    Beijos lindona!
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível, odeio quando me frusto com a leitura. Mas faz parte hahaha beijo ♥️

      Excluir
  2. Olá!
    Eu tenho um fraco por livros com crianças desde Extraordinário.
    Parece bem curtinho e gostosinho de ler.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, flor!!
    Não conhecia o livro!
    E que capa maravilhosa <3
    Que bom que você gostou!
    Gostei da premissa!!

    Primeira vez aqui, adorei seu blog ;)
    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha. Não conhecia o livro, mas achei a premissa interessante. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oii
    Adorei a premissa! e realmente fiquei curiosa com o livro, ele parece ser bem sentimental pelo caso do Pedrinho não ter amigos,acho que eu pegaria para lê-lo.

    Abraços;**
    http://febredelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, é sentimental sim e lindo ♥️ Leia sim!

      Excluir
  6. Parece ser um livro muito bom =)
    Adorei a resenha!!!

    http://maisdicassempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ouvi falar desse livro uma vez e fiquei curiosa. O Pedrinho claramente teve uma infância bem difícil, mas o que não lhe faltou foi forças para lutar, né? Quero saber qual que é esse final espetacular!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, ainda bem que ele buscou ajuda. O final é genial, bjs ♥️

      Blog Literário 2

      Excluir
  8. Nossa, essa história parece bem marcanteeee e diferente do que estamos acostumadas a ler :)
    ahahaha


    gostei muito ^^
    beijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É linda, me lembrou muito o livro Pollyanna. Bjs ♥️

      Excluir
  9. Oii,
    Não conhecia o livro mas gostei muito da premissa.
    Adorei a resenha.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  10. olá td bem?

    Nossa temos autores nacionais tão talentosos né? , eu siga essa autora no insta, ainda não tive a oportunidade de comprar o livro, mas achei a proposta da história maravilhosa. linda sua resenha. beijos já estou seguindo o blog pra não perder as novidades beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.idnicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito mesmo ♥️ Compre e leia não irá se arrepender. Obrigada, sigo o seu também! Bjos

      Excluir
  11. Olá,
    Não conhecia, mas vou ficar de olho na Amazon.

    tenha um ótimo domingo.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  12. Oi
    que bom que gostou, eu já vi outra resenha também elogiando esse livro, parece ser legal e o final já fiquei curiosa para descobrir.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, agora tem a confirmação que é bom , leia-o . Bjs ♥️

      Excluir
  13. Oie =)

    Sempre que visito seu blog, fico conhecendo um livro novo. E é tão bom saber que a narrativa te cativou tanto. Fiquei bastante curiosa para conhecer melhor a história agora.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me cativou muito, fico feliz em saber ♥️ Bjs

      Excluir
  14. Olá,
    Não conhecia esse livor ainda. Achei ele bem interessante e com um questionamento super atual. Aconteceu algo parecido com meu sobrinho. Minha irma e cunhado trabalhavam o tempo todo e meu sobrinho foi criado pela minha mãe. Ele teve a ausência dos pais, mas teve dinheiro para uma vida confortável e uma ótimo faculdade tanto que hoje ele tem um ótimo emprego. Então fica aquela questão, ele seria mais feliz se tivesse os pais mas uma vida de poucos recursos?

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho a convicção que nada na vida supera a presença dos pais na criação de uma criança. Posso falar com propriedade sobre isso. A questão é saber dividir o tempo e conciliar tudo. Com esforço conseguimos. Bjs ♥️

      Excluir
  15. Parece um ótimo livro, só pela capa eu já gostei *-*
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  16. Li e gostei bastante desse livro (fiz até resenha no blog)!
    Você mostrou um lado mais sensível da narrativa, o fato de que nos importamos pouco com quem amamos e acabamos deixando "lacunas" no relacionamento (seja ele amoroso, materno ou paterno)
    Amei! E achei legal o fato de que colocaste as imagens do livro!
    Parabéns!
    livrosemcena.blogspot.com
    obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada! Fico feliz que gostou do que escrevi e a forma que me expressei. Bjs ♥️

      Excluir
  17. Amei a resenha, ne identifiquei com Pedrinho, deve ser uma história muito fofa.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  18. Eu li outra resenha super positiva tb sobre esse livro. Pedrinho parece ser um personagem incrível! Que bom que gostou da leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  19. Nossa. Não conhecia esse livro, mas depois dessa resenha, preciso ler! Gostei bastante do enredo e parece ser uma história bem impactante! Adorei <3
    Beijos!
    Borboletas de Papel | InstagramFanpageTwitter

    ResponderExcluir